Praia Vermelha – Santorini
março 23, 2017
Casamento na Grécia II
maio 7, 2017

Casamento na Grécia I

Cheguei hoje a Santorini, depois de 1 mês as flores começaram a secar. Mas há outras flores nascendo. O que acontece aqui na primavera é uma explosão de cores, mas cada uma ao seu tempo. Agora é a vez do azul e do lilás, mas com algumas amarelinhas ainda resistindo ao vento e ao calor. Sim, calor! Hoje andei por Imerovigle, subi até onde o carro consegue chegar, depois só mesmo a pé pelas escadarias e ruelas que só cabem um casal de mãos dadas.
Dessa vez serão dois casamentos em Santorini, um em Mykonos e vários casais em lua de mel, comemorando aniversário de casamento ou simplesmente celebrando a vida! E eu terei a alegria e também a responsabilidade de guardar esses momentos para sempre.

Como sempre faço, cheguei antes do primeiro trabalho. Venho mais cedo, ando pela ilha, vou ao local das cerimônias, espero o horário do casamento para ver qual será a melhor luz, o melhor ângulo e principalmente, converso com os profissionais envolvidos. Aqui fica um pouco complicado porque meu Inglês/mineirês falado para um Grego, fica com um sotaque diferente do que eles costumam ouvir. Logo me perguntam de onde eu sou. Eu respondo com um sorriso largo, tão grande quanto o meu amor pela minha terra: Brasil!

O que (sempre) vem em seguida é uma comemoração pelo fato de que, eu sou brasileira. Vraziliana!! Vraziliana!! (Brasileira!! Brasileira!! ) Eles falam alto e com aquela alegria que só esse povo Grego tem

Aí eu me sinto bem com o barulho, os carros na contra mão, um gritando Kalimera (bom dia) para o vizinho, mesmo estando do outro lado da rua. Carros buzinando, crianças brincando e gente falando alto. Coisas que pouco se vê em países aqui da Europa. Estou em casa, só falta café com leite e pão de queijo!

Depois desse momento de readaptação ao calor, barulho, vento no rosto, desci do carro a pé pelas vielas e fui fazer fotos da paisagem. Não sou uma fotógrafa de paisagem, mas com o tempo, aprendi que dar aos casais algumas fotos especiais da ilha, é reforçar na memória e no coração deles, o desejo de voltar.
Como se fosse possível alguém não desejar voltar a Grécia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

BeTheme WordPress Theme